14 jul, 2024
0 ° C

Estudo indica que otimização de pagamentos eleva receita de e-commerce

O e-commerce é um mercado em constante evolução e a otimização de pagamentos pode contribuir para elevar as receitas das empresas

Shutterstock
Otimização de pagamentos

Você sabia que a implementação de cinco estratégias de gestão de pagamentos pode impulsionar as receitas das empresas que operam no comércio eletrônico em até 30%? De acordo com uma pesquisa realizada pela Nuvei, provedora global de soluções de pagamento com base no Canadá, ao adotar medidas como localização de pagamentos, integração de financiamento durante a transação, aprimoramento da experiência do cliente, otimização de sistemas e análise inteligente de dados, é possível abrir caminho para o aumento do faturamento das vendas online.

Para Rafael Lavezzo, vice-presidente da Nuvei para a América Latina, o e-commerce é um mercado em constante evolução, sujeito às constantes mudanças de necessidades e dores dos clientes ao redor do mundo. “As mudanças são, inclusive, no que se refere aos sistemas de pagamentos. Assim, as empresas que trabalham com vendas online devem estar sempre atentas para incorporar de maneira mais estratégica as novidades em termos de pagamentos”, comenta o executivo.

Lavezzo destaca também os números da pesquisa e a importância da otimização de pagamentos. “Nosso estudo joga luz nos caminhos possíveis para isso”, acrescenta. “Acelerando o crescimento da receita: como a otimização de pagamentos pode gerar ganhos de receita de até 30%” também apresenta estudos de caso e scorecards para que empresas de e-commerce possam aproveitar ao máximo o poder dos pagamentos em seus negócios”, completa.

A localização do método de pagamento é um aspecto crucial a se considerar. É essencial que as empresas ofereçam opções que atendam às preferências de cada região. Ou seja, deve-se identificar as preferências de pagamento dos clientes, incluindo a moeda e o momento de pagamento mais conveniente. De acordo com o estudo, quase metade das empresas entrevistadas estão atentas a essa questão.

Oferecer opções de financiamento incorporadas para auxiliar os consumidores a ampliarem seu poder de compra é outra maneira eficaz de aumentar a receita no comércio eletrônico. Essa estratégia, baseada no conceito de “compre agora, pague depois” (BNPL), funciona como uma forma de crédito que permite aos clientes adiar o pagamento. Com isso, muitos clientes podem sentir-se incentivados a realizar compras em um determinado site.

Outro aspecto fundamental é aprimorar a experiência do consumidor durante o processo de pagamento. Segundo a pesquisa, aproximadamente 70% dos casos de abandono do carrinho ocorrem após o início do processo de pagamento. Para melhorar essa etapa da venda, é recomendável simplificar.

Além desses pontos, a otimização dos processos pós-pagamento desempenha um papel crucial no aumento das verbas de e-commerce e o uso de dados é outra ferramenta importante para crescimento da receita. Entre as empresas entrevistadas, 61% afirmaram usar dados de pagamentos para analisar as preferências de seus clientes, o que contribui para serem mais assertivas e eficientes no que oferecem. Usam dados de pagamentos para identificar oportunidades para novas vendas e upsell 57% das empresas ouvidas para a pesquisa.

“A pesquisa mostrou que 94% das empresas adotam pelo menos um método alternativo de pagamento. Elas estão atentas à rápida expansão de novas modalidades de pagamentos digitais, movimento que pode ter impacto relevante sobre a experiência do cliente e sobre a própria viabilidade financeira do comércio eletrônico”, destaca o vice-presidente da Nuvei, Rafael Lavezzo.