Empreendedorismo Jovem

Live sobre reforma tributária abre a semana do Dia Livre de Impostos

Reforma tributária é essencial para melhoria do ambiente de negócios do Brasil,
dizem participantes da live de abertura do DLI 2021

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) promoveram, na manhã de hoje (25), grande debate sobre a modernização do sistema tributário brasileiro, com a presença do presidente da CNDL, José César da Costa; do coordenador nacional da CDL Jovem, Raphael Paganini; dos deputados Efraim Filho (DEM/PB), presidente da Frente Parlamentar de Comércio, Serviços e Empreendedorismo (FCS), e Aguinaldo Ribeiro (PP/PB), relator da Comissão Mista da Reforma Tributária (CMRT); de Luiz Carlos Hauly, ex-deputado e economista; e do subsecretário de Tributação e Contencioso, Sandro de Vargas Serpa.

Transmitido pelo Youtube, o evento oficial online marcou o início da Semana do Dia Livre de Impostos (DLI), que ocorre até o dia 27 de maio. O presidente da CNDL defendeu uma reforma tributária ampla e calibrada às necessidades dos negócios brasileiros. “A alta carga tributária e as burocráticas obrigações acessórias além de serem entraves à sobrevivência de qualquer negócio no Brasil, são incentivos à sonegação e consequente queda da arrecadação. Por isso, trabalhamos para fazer avançar a agenda da Reforma Tributária, buscando estimular o investimento na economia brasileira e promover o crescimento econômico”, afirmou José César da Costa.

O presidente da FCS destacou que o Dia Livre de Imposto é uma importante provocação da sociedade ao Parlamento que reforça a urgência da reforma tributária. “Sabemos que temos um dos piores sistemas tributários do mundo e que, por isso, precisamos sair da inércia e buscar avanços. O Congresso está comprometido com a retomada do crescimento e em fazer o Brasil encontrar o rumo. Hoje, o Parlamento tem a serenidade e a maturidade para promover a reforma tributária”, avaliou o deputado Efraim Filho.

Durante a live, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP/PB) ressaltou que o sistema tributário brasileiro gera insegurança jurídica para os negócios. Segundo o parlamentar, o relatório que entregou para a CMRT enfrenta os principais problemas tributários do Brasil. “Modificar pontualmente o sistema tributário, como vimos em anos anteriores, termina por trazer aumento de carga tributária. Por isso, estamos propondo uma reforma tributária ampla, visando à melhoria do ambiente brasileiro de negócios”, declarou Aguinaldo Ribeiro.

Presidente da CNDL defende reforma tributária ampla e alinhada às necessidades dos negócios brasileiros

Pela proposta de Ribeiro, seria criado o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) para substituir IPI, PIS e Cofins, que são federais; o ICMS, que é estadual; e o ISS, que é municipal. O novo imposto seria não cumulativo, ou seja, o imposto pago na compra da matéria-prima teria que ser descontado do preço do bem final. E a tributação teria que ser feita no consumo final do bem e não onde ele foi fabricado.

DLI
Com o intuito de conscientizar a população e o varejo sobre a alta carga tributária paga no país, a CNDL e a CDL Jovem promovem o tradicional Dia Livre de Impostos, que este ano será no dia 27 de maio. A ideia da ação é materializar como os impostos representam grande parte do preço dos produtos, por isso, no Dia Livre de Impostos, os lojistas participantes vão comercializar seus produtos e serviços sem repassar o valor da tributação aos clientes. Em alguns casos, os descontos podem chegar a 70% do valor final do produto.

Para Raphael Paganini, o Dia Livre de Impostos é uma forma de deixar claro para o consumidor como a alta tributação afeta seu poder de compra. “O brasileiro trabalha em média 153 dias por ano, ou seja, são cinco meses de trabalho só para pagar impostos. E o DLI questiona esse peso tributário sem retorno para a população, o que tem alto impacto na economia. Com a alta tributação, os produtos ficam mais caros, então a população compra menos. Isso acarreta a diminuição dos números do varejo, que é obrigado a repassar os tributos no valor dos produtos, acarretando em menos vendas e investimentos e geração de empregos. E sem emprego as pessoas diminuem seus gastos. É ciclo vicioso interminável”, explica.

O Dia Livre de Impostos foi criado pela Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem em 2006 e acontece em todos os estados do país em mais de 1.200 cidades. Em 2020, a data contou com a participação de 26 estados e o Distrito Federal com a colaboração de mais de 9 mil varejistas.

Com informações da Agência Câmara.

Compartilhe:
Relacionadas
Empreendedorismo Jovem

DLI 2022 leva conscientização e desconto para brasileiros

Ações e descontos foram dados, simultaneamente, em mais de 1200 cidades, com mais de 40 mil estabelecimentos comerciais participando do DLI 2022. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

A conscientização tributária para o crescimento empresarial e o acesso a serviços públicos eficientes

Mais do que analisar os cinco meses os quais os brasileiros pagam tributos aos governos, independente da esfera, seja ela municipal, estadual ou federal, o ponto a ser analisado é a destinação dada aos valores arrecadados. Diante disto, é de tamanha importância a conscientização tributária pela sociedade. Compartilhe:
Empreendedorismo Jovem

DLI 2022 ocorre amanhã, dia 2/6, em todo Brasil

Mais de 40 mil lojas participam da 16ª edição do Dia Livre de Impostos, que promove conscientização sobre o peso tributário e descontos para a população Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.