Movimento Varejo

Brasileiros querem fazer turismo nacional

Segundo a pesquisa Tomorrow’s Consumer, divulgada no primeiro dia de Latam Retail Show 2021, quase 60% dos brasileiros entre 60 e 80 anos desejam viajar pelo país

Depois deste período de restrições, o brasileiro quer viajar pelo país. É o que mostra o estudo “Tomorrow’s Consumer – Sociedade 5.0 Latam”, realizado pela Mosaiclab e apresentado nesta terça-feira na abertura da Latam Retail Show (LRS). De acordo com o levantamento, nos próximos cinco a dez anos, 44% dos brasileiros querem fazer turismo em território nacional. Considerando as gerações, o desejo de viajar é maior (56%) entre os brasileiros da geração babyboomers (60 a 80 anos). Ao analisar os dados por gênero, são as mulheres (48%) que mais querem fazer viagens nacionais.

A pesquisa também revela as quatro categorias com mais potencial de crescimento nos próximos cinco a dez anos no Brasil: viagens nacionais; roupas, calçados e acessórios; eletrodomésticos e eletrônicos para o lar; e internet. Além disso, o estudo aponta que pessoas têm expectativa de um futuro melhor e o aumento da renda. “Há forte tendência de aumentar o consumo e não reduzir, por todas as classes sociais, especialmente pela classe alta”, afirma Karen Cavalcanti, sócia-diretora da Mosaiclab.

O LRS, evento brasileiro de varejo e consumo B2B, é organizado pela Gouvêa Ecosystem. A edição de 2021, que é a sexta, teve início hoje (14) e vai até quinta (16). Ao todo, 220 palestrantes debaterão a Sociedade 5.0, a partir de diferentes perspectivas, em cinco palcos paralelos. Segundo a organização do evento, serão 82 horas de conteúdo, além da divulgação de três pesquisas exclusivas. Toda a programação desta edição é online.

Durante a abertura, Marcos Gouvêa de Souza, fundador e CEO da Gouvêa Ecosystem, disse que o evento tem a missão de inspirar o setor produtivo e discutir o papel das empresas na superação da crise. “O Brasil que temos e o Brasil que queremos estão cada vez mais distantes e essa é uma constatação triste. É hora de nos inspirarmos nos líderes que inspiram líderes em nossos setores para buscarmos reduzir decisivamente essa distância”, disse. “Estamos convencidos de que o setor empresarial, de forma geral, tem de ser o agente fundamental de transformação estratégica de nossa realidade. Temos que discutir e aprender entre nós e, principalmente, nos mobilizarmos para agir”, acrescentou Marcos Gouvêa.

A abertura do LRS também contou com a participação do presidente e CEO da National Retail Federation, Matthew Shay. Para ele, apesar do aumento da propagação da variante Delta do coronavírus, o momento atual oferece oportunidades para os varejistas. Nos Estados Unidos, só nos primeiros sete meses deste ano, as vendas no varejo já subiram 15% em relação ao mesmo período de 2020. “Mesmo com a variante Delta, vemos uma demanda reprimida, com as pessoas se planejando a voltar às aulas, e revisamos a nossa projeção de gastos no varejo, de uma média de 6,5% a 8,5% para 10% e 12%”, afirmou Matthew Shay.

Tomorrow’s Consumer
O estudo “Tomorrow’s Consumer – Sociedade 5.0 Latam” foi realizado entre 15 de agosto e 4 setembro de 2021. Foram entrevistadas 4.930 pessoas (de 18 anos ou mais) de 14 países da América Latina: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, México, Peru, Uruguai, Equador, Guatemala, Venezuela, Paraguai, Costa Rica e Panamá.

Confira mais tendências de consumo dos brasileiros, segundo o Tomorrow’s Consumer:

Turismo nacional

  • Nos próximos cinco a dez anos, 44% dos brasileiros querem fazer turismo em território nacional;
  • Considerando as gerações, o desejo de viajar é maior (56%) entre os brasileiros da geração babyboomers (60 a 80 anos), seguidos de pessoas das gerações: Y (25 a 39 anos), com 47%; e X (entre 40 e 59 anos), com 43%;
  • Ao analisar os dados por gênero, são as mulheres (48%) que mais querem fazer viagens nacionais.

Lista de desejo

  • 45% dos brasileiros da geração X planejam adquirir eletrodomésticos e eletrônicos;
  • Para os jovens da geração Z (18 a 24 anos), o maior desejo é de comprar roupas, calçados e acessórios;
  • Entre os babyboomers, há também forte intenção de usar aplicativos de transporte e serviços de internet;
  • As mulheres também querem adquirir cosméticos, artigos de decoração, roupas e acessórios;
  • Os homens preferem comprar eletrodomésticos e eletrônicos para o lar (42%) e internet (46%).

Setores com mais potencial de consumo

  • Viagens nacionais;
  • Roupas, calçados e acessórios;
  • Eletrodomésticos e eletrônicos para o lar;
  • Internet;
  • Produtos de tecnologia de uso pessoal, como celular, veículos e imóveis.

Potencial de consumo x renda

1) Quanto mais alta a renda dos brasileiros, maior a vontade de adquirir bens ou serviços, como:

  • Viagens nacionais ou internacionais;
  • Veículos;
  • Itens de decoração ou reforma do lar;
  • Cosméticos;
  • Alimentação em bares ou restaurantes;
  • Produtos financeiros.

2) Entre a população da classe mais baixa, o maior desejo de consumo é por:

  • Roupas, calçados e acessórios;
  • Eletrodomésticos e eletrônicos para o lar;
  • Viagens nacionais;
  • Serviços de internet.

Crianças no lar

Se há crianças na casa, cresce a vontade e a necessidade de adquirir:

  • Roupas, calçados e acessórios;
  • Eletrodomésticos e eletrônicos para o lar;
  • Alimentos funcionais e saudáveis;
  • TV a cabo;
  • Brinquedos;
  • Seguros.

América Latina

Entre a população pesquisada da América Latina, a aquisição de roupas e acessórios o principal desejo de compra e as viagens nacionais em segunda posição.

Compartilhe:
Relacionadas
Movimento Varejo

Brasil reduz para 3 dias o tempo de abertura de negócios em todos os estados

Pela primeira vez, todos os estados brasileiros e o Distrito Federal reduziram o tempo de abertura de empresas e negócios no nosso país para menos de três dias. Os dados são do painel da Receita Federal, gestora do sistema integrador nacional. O último estado a bater este recorde foi a Bahia. Esse é o resultado do trabalho coletivo da REDESIM nas esferas federais, estaduais e municipais, marcando conquistas que desburocratizam a abertura de empresas no Brasil e beneficiam o empreendedor brasileiro. Compartilhe:
Movimento Varejo

Precifica organiza 1ª Pricing & Revenue Masterclasses

A Precifica, especialista em soluções de pricing, em parceria com Fabiano Coelho, PhD em Business Administration pela Florida Christian University e professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), vai realizar a primeira edição das “Pricing & Revenue Masterclasses: à frente na digitalização exponencial”. As aulas acontecerão nos dias 2, 9, 16, 23 e 30 de agosto, das 19h às 20h30, e a inscrição pode ser feita por meio do site da Precifica (clique aqui). Compartilhe:
Movimento Varejo

Quais setores podem se beneficiar das tendências logísticas ao longo deste ano?

As empresas de entregas rápidas, por serem as encarregadas de chegar com os pedidos até os clientes, precisam ser capazes de entender os sentimentos deles, definindo as tendências logísticas do setor e agindo como um elo crucial dessa cadeia. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.