Tendências e Inovação

CACB lança edital do AL-Invest Verde no Mercosul

Programa da União Europeia vai investir 30 milhões de euros ao longo de quatro anos em micro e pequenas empresas latino-americanas que apostam na transição para uma economia circular

O presidente da CACB, Alfredo Cotait, e a Representante da delegação da União Europeia no Brasil, Pilar Blanco

Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) promoveu na manhã desta quarta-feira o lançamento do edital do programa AL-Invest Verde para as instituições brasileiras e dos países do Mercosul. O evento é voltado para a identificação de instituições na América do Sul que queiram inscrever projetos na primeira convocatória do AL-Invest Verde no Brasil. A CACB é a entidade responsável pela organização do processo de seleção das empresas.

Essa é a sexta edição do programa que irá apoiar as empresas por meio de projetos de entidades empresariais relacionados à economia verde, com o objetivo de incentivar os negócios a adotarem produtos, processos e serviços menos poluentes e mais eficientes em termos de recursos, enquanto padrões de consumo mais sustentáveis são adotados em todo o mundo.

O AL-Invest é um dos programas de cooperação econômica mais bem sucedidos da União Europeia na América Latina, cujo objetivo é apoiar o desenvolvimento empresarial na região.

O novo edital aposta no crescimento sustentável e na criação de empregos, apoiando as micro e pequenas empresas latino-americanas na transição para uma economia circular, eficiente em termos de recursos e com baixa emissão de carbono. Serão investidos 30 milhões de euros ao longo de quatro anos de projeto.

O presidente da CACB, Alfredo Cotait, comemorou o lançamento da primeira convocatória do edital e disse que a CACB vai trabalhar para o sucesso do projeto. “Este é o pontapé inicial. Vamos ouvir todas as explanações dos participantes e quero, a cada dia, visualizar o desenvolvimento desses projetos e conto muito com a participação dos presidentes de federações para convencer os presidentes de entidades a participarem e apresentarem propostas para esta etapa que se inicia”, destacou Alfredo Cotait Neto

Pilar Blanco, Representante da delegação da União Europeia no Brasil, lembrou o compromisso da Al-Invest com os acordos de cooperação entre o Mercosul e a União Europeia e explicou o porquê da mudança de foco no projeto, que agora agrega a questão ambiental no seu escopo.

“A Europa está atenta às mudanças provocadas nos últimos anos no que diz respeito ao meio ambiente e a promoção da diminuição das desigualdades. Hoje sabemos o sentido dos investimentos internacionais vão para a recuperação econômica e social dos países, preservação ambiental, tecnologia e economia verde e circular”, disse.

“Essa é uma oportunidade para as pequenas empresas empenhadas em fazer parte de uma nova economia, amparada na preservação e desenvolvimento, encontrarem caminhos para seu crescimento”, disse.

A data limite para a apresentação das propostas para o edital vai até o dia 27 de junho.

Compartilhe:
Relacionadas
Tendências e Inovação

Omnichannel: estratégia é solução para empresas e e-commerces no Brasil

De acordo com uma pesquisa realizada pela All In e Social Miner em conjunto com a Opinion Box em março de 2021, 60% dos brasileiros disseram comprar de forma híbrida (online e loja física) e 16% responderam que a primeira compra online foi em 2020. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Os segredos para ser um líder de sucesso

Para entender as habilidades que um líder precisa para realizar uma boa gestão, a Revista Varejo S.A. conversou com Caio Cunha. Compartilhe:
Tendências e Inovação

Três aplicações eficientes e modernas que podem melhorar a competitividade do varejo

A tecnologia é capaz de tornar o modelo de varejo mais competitivo e lucrativo, além de garantir que os negócios se atualizem e não sejam excluídos do mercado por falta de inovação. Não à toa, sua aplicação em torno da automação de processos em busca de mais eficiência foi batizada como Quarta Revolução Industrial. E, após tantos avanços, ainda há o que ela pode contribuir para melhorar a competitividade das empresas que compõem o ecossistema do consumo e, também, o setor como um todo. Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.