Pandemia consolida crescimento de vendas na internet

Segundo levantamento, mais de 10 milhões de brasileiros compraram pela primeira vez na internet durante a pandemia.

O e-commerce nunca vendeu tanto, conforme um levantamento feito por uma plataforma que atende 70 mil lojas online de pequenas e médias empresas na América Latina. No Brasil, as vendas se concentram principalmente na região Sudeste, mas estão se expandindo para o Nordeste e o Centro-Oeste. O volume de pedidos triplicou de 2 milhões em 2019 para 6 milhões em 2020.

“O e-commerce passou de representar os 5% do varejo do Brasil para 10%. Tem uma aceleração histórica”, afirma Alejandro Vázquez, co-fundador e diretor comercial da Nuvemshop.

Ainda de acordo com o levantamento, mais de 10 milhões de brasileiros compraram pela primeira vez na internet e quem já tinha o hábito começou a comprar produtos diferentes. Moda foi o segmento que mais vendeu no ano passado. Por causa da pandemia, muitos comerciantes tiveram que fechar a loja física e o jeito foi levar o negócio para o mundo virtual.

Com informações do Estado de São Paulo

Relacionadas
Movimento Varejo

Índice mede satisfação do consumidor com o varejo nacional

A agência de publicidade e marketing Inroots acaba de lançar o Índice Nacional de Satisfação do Varejo (INSV). Com apoio do Núcleo… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Movimento Varejo

Segunda etapa da NRF também será 100% virtual

A segunda etapa da National Retail Federation (NRF), maior evento do varejo no mundo, que aconteceria de forma presencial em junho, será… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn
Movimento Varejo

70% das pequenas empresas vendem por canais digitais

Whatsapp, Instagram e Facebook são as plataformas mais usadas pelos pequenos negócios para se manterem no mercado O comércio eletrônico foi a… COMPARTILHAR:FacebookTwitterWhatsAppLinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.